Posted in:

Movimento Slow Living na Decoração

Decoração Slow

Você já ouviu falar em Slow Living? O lifestyle que prega uma vida sem pressa, mais leve e equilibrada também reflete no mundo do design e da decoração.

Então desacelere e venha conhecer um pouco mais sobre esse movimento e ver como deixar seu cantinho com a cara do conceito do momento.

Slow Living

O que é o movimento Slow Living?

Você já reparou que quanto mais apressado está o mundo ao seu redor, mais você precisa de momentos de pausa, de reflexão e valorização das coisas simples?

A vida corrida muitas vezes nos impede de apreciar coisas simples do nosso cotidiano, como, por exemplo, uma refeição. Pensando nisto, em 1986, o italiano Carlos Petrini criou o movimento slow food, cujo objetivo é o consumo de alimentos bons, saborosos e de qualidade.

Em pouco tempo, o conceito se expandiu para outras áreas — slow travel, slow school e até slow cities —, todas em prol de um ritmo mais lento de viver, num fluxo que contraria a velocidade e o stress. É tudo uma questão de dar tempo ao tempo…

Assim é também o movimento slow living, que valoriza a tranquilidade, o tempo para nós mesmos e prioriza os momentos de paz e bem-estar.

Descansar, estar em sintonia com o que acreditamos e viver com mais calma são alguns dos pilares da escolha de viver conscientemente, sem exageros.

Decoração Slow

Slow Living na Decoração

Como todo o estilo de vida e novas tendências de comportamento, é claro que o slow living conquistou seu espaço na decoração. Curtiu e quer entrar no conceito? Então confere as nossas dicas!

  • Menos é mais

Com um toque de minimalismo, o décor slow living tem no conforto e no aconchego os diferenciais para que você possa aproveitar seus momentos de relaxamento.

Utilizando materiais naturais, sustentáveis e que contem alguma história, a casa passa a ser uma representação das pessoas que moram nela.

Como o que importa é a essência, é comum misturar elementos da decoração escandinava, boho, vintage, rústica e até mesmo industrial no décor slow living.  Porém, aqui os acessórios são minimizados, já que o movimento vai contra os exageros do consumismo e da vida caótica. O segredo é compor a decoração de forma clean e harmônica, num espaço mais simples, com leveza, livre da desordem, onde tudo tem o seu próprio lugar.

Decoração Slow

  • Peças Artesanais

O trabalho feito à mão e peças únicas que tenham a ver com a nossa história também ajudam a criar a atmosfera slow. Além de dar personalidade ao ambiente, elas vão de encontro à valorização das raízes e heranças – uma abordagem do movimento. Use elementos feitos em madeira, pedra, algodão e fibras naturais para criar uma atmosfera agradável e acolhedora.

Slow Decoração

  • Estampas étnicas

As padronagens étnicas comunicam identidade e muitas vezes, quando são lembranças de viagem, revelam as histórias dos donos da casa. Elas ficam ótimas em almofadas, tapetes e tecelagens feitas para parede.

  • Artigos Rústicos

Peças feitas com matérias primas rústicas, como raízes como base de mesas são muito bem-vindas! Assim, você vai deixar o espaço com um toque natural e despreocupado.

  • Plantas

Para fechar com chave de ouro, invista na tendência Urban Garden e crie pequenos jardins em todos os espaços possíveis. A nossa dica é espalhar vasinhos com cactos ou suculentas, montar um jardim vertical ou até mesmo uma hortinha!

E aí, que tal adotar o slow living na sua decoração? A qualidade de vida é garantida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *